segunda-feira, 4 de junho de 2018

Laelia speciosa

A Laelia speciosa é uma planta de pequeno porte, de pseudobulbos ovoides e rugosos, trazendo no seu ápice uma a duas folhas coriáceas e elíptico-lanceoladas. As suas inflorescências surgem no ápice dos novos pseudobulbos,  com cerca de 10 a 15 cm de comprimento, sendo geralmente compostas por 1 flor, ocasionalmente até 4, de grande porte, delicadamente coloridas e suavemente perfumadas.

Família: Orchidaceae          Género: Laelia          Espécie: speciosa

Habitat natural: Espécie que se desenvolve de forma epífita, no planalto central do México e terras altas adjacentes, em florestas abertas de carvalhos e em altitudes que podem oscilar entre os 1400 e os 2400 metros.




Cultivo: Esta espécie é cultivada todo o ano na estufa fria, onde as temperaturas podem, ocasionalmente, descer até aos zero graus durante o Inverno. O ambiente tem excelente luminosidade, sem sol direto, boa ventilação e médio teor de humidade do ar (geralmente entre os 40 e os 60%).
Está num pequeno cesto de madeira suspenso e com um substrato composto à base de casca de pinheiro grossa (cerca de 70%) e argila expandida (cerca de 30%). Esta espécie tolera períodos de seca, pelo que o substrato deve garantir excelente drenagem e secar bem entre regas, nunca tolerando que as raízes fiquem encharcadas. Desta forma, as regas devem ser apenas as necessárias para hidratar a planta, sendo estas muito espaçadas no Inverno.
Fertilizo com o Akerne Rain Mix, uma a duas vezes por semana, sempre com metade da dose indicada pelo fornecedor para cada litro de água. A partir da segunda metade do Outono e durante o Inverno suspendo as fertilizações, retomando estas logo no início da Primavera.

http://orchidspecies.com/laelspeciosa.htm

http://wcsp.science.kew.org/qsearch.do

https://www.facebook.com/americo.pereira.39904

Sem comentários:

Enviar um comentário