segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Paphiopedilum insigne

 

 
O Paphiopedilum insigne é, talvez, a espécie deste género mais cultivada em todo o mundo mas, apesar de ser considerada um pouco vulgar por muitos, não deixa de ser muito bela e de pormenores deliciosos. Foi e continua a ser também muito utilizada na criação de híbridos de singular beleza e de formas e padrões diversificados.
 
Família: Orchidaceae        Género: Paphiopedilum        Espécie: insigne
 
Habitat natural: Espécie epífita, de médio porte, que se desenvolve em afloramentos calcários, nas florestas de média a elevada altitude, entre os 1000 e os 2000 metros, na Índia, no Bangladesh e no Nepal.
 
Cultivo: Sendo uma espécie de altitude, adapta-se bem a climas frios, podendo ser cultivada no exterior o ano todo, desde que protegido das geadas fortes, chegando a suportar temperaturas perto dos zero graus.
Deve ser cultivada num vaso pequeno a médio, com um substrato à base de casca de pinheiro grossa, argila expandida e perlite. Neste substrato também pode ser incorporada uma parte de matéria orgânica em decomposição (folhas secas, galhos apodrecidos, turfa...).
Regar apenas o necessário para manter o substrato sempre húmido e fertilizar uma a duas vezes por semana, nas estações mais quentes do ano.

https://www.facebook.com/americo.pereira.39904

Referências bibliográficas: Internet Orchid Species Photo Encyclopedia

6 comentários:

  1. Muito interessante mesmo, apesar de comum deixa transparecer detalhes e belezas singulares, como vc mesmo frisou!
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  2. Oi Americo
    Minha mãe tinha diversas dela, nos troncos de palmitos jussara,
    mas com tanta chuva que está dando por aqui, algumas morreram.
    Mesmo por ser comum acho linda.
    Abraço

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Simone,
      Pena isso ter acontecido, pois é mesmo linda.
      Abraço

      Eliminar