segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Cattleya maxima var. semi-alba 'La Pedrena' SM/JOGA

 
 


Sendo a Cattleya maxima uma das minhas espécies preferidas do género Cattleya, esta fantástica variedade é uma das mais apreciadas e premiadas internacionalmente, não podendo, assim, deixar de fazer parte da minha coleção, onde assume um lugar de destaque.
 
Família: Orchiadceae     Género: Cattleya    Espécie: maxima   var. semi-alba  'La Pedrena'
 
Habitat natural: A Cattleya maxima é uma espécie unifoliada de médio porte, que se desenvolve de forma epífita, muito raramente como litófila, nas florestas costeiras do Peru e na Venezuela, na Colômbia e no Equador, em altitudes que podem oscilar entre os 10 e os 1500metros.
 
Cultivo: Está cultivada na estufa aquecida, em local com excelente luminosidade, mas sempre com sombra parcial, com elevado grau de humidade e boa ventilação.
Vaso médio, com substrato composto por 70% de casca grossa de pinheiro (entre os 2 e os 3 cm) e 30% de argila expandida.
Rego de forma a manter o substrato apenas húmido, devendo secar ligeiramente entre regas. No Inverno rego apenas o suficiente para não desidratar a planta, deixando de regar quando o tempo está demasiado húmido e chuvoso.
Fertilizo com o Akerne Rain Mix, duas a três vezes por semana, sempre com cerca de metade da dose indicada pelo fornecedor. No Inverno suspendo as fertilizações.

https://www.facebook.com/americo.pereira.39904

Referências bibliográficas: Internet Orchid Species Photo Encyclopedia

6 comentários:

  1. Thank you for sharing this beautiful orchid

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Olá Simone!
      Bem merece, tem variações fantásticas!
      Abraço

      Eliminar
  3. Incrível... muito bela! As listras que dão destaque ao labelo se reproduzem até certo ponto nas demais partes da flor! Grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jalo, ainda bem que apreciou cada um dos pormenores desta maravilha!
      Um abraço

      Eliminar