quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Bulbophyllum romyi

 


Apesar  de ser uma planta de pequeno a médio porte, o Bulbophyllum romyi, possui das maiores flores deste género. Esta planta, que está comigo há dois anos, apresenta a segunda floração de 2015, com uma flor de 32 centímetros de comprimento. As suas inflorescências apresentam sempre flores solitárias, de aroma algo desagradável.
 
Família: Orchidaceae         Género: Bulbophyllum          Espécie: romyi
 
 
Habitat natural: Esta planta epífita pode ser encontrada nas florestas de baixa altitude, entre os 200 e os 400 metros, em Mindanao, nas Filipinas.
 
 
Cultivo: Sendo uma espécie de climas tropicais e de baixa altitude, requer temperaturas elevadas durante todo o ano, nunca descendo abaixo doa 12 a 13 graus, mesmo no Inverno. Deve ser cultivada num vaso pequeno, com substrato para epífitas, em local bem sombreado, com elevado grau de humidade do ar e bem ventilado. Regar de forma a manter o substrato sempre húmido, mas nunca encharcado. Adubações constantes, com doses de baixa concentração, nas estações mais quentes, reduzindo drasticamente no Inverno.
 
 
Referências bibliográficas: Revista Orchids Vol.84 Nº10-Outubro 2015 (American Orchid Society).

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Simone, essas são precisamente duas caraterísticas comuns a todas as espécies deste género, pelo que atraem a atenção de muitos orquidófilos.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Que preciosidade hein! Muito me interessaria! Vou procurar! Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jalo, espero que encontre por aí. É uma espécie especial.
      Um abraço

      Eliminar