quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Cattleya maxima

 
 

Esta foi a primeira floração desta Cattleya e logo com duas hastes florais, com três flores cada uma. É uma espécie que não proporciona uma "armação" perfeita das suas flores, mas que não deixa de ser muito bela e de pormenores deliciosos. Tem também uma vantagem para quem tem falta de espaço no seu orquidário, sendo uma planta de pequeno porte e, como tal, que ocupa um espaço reduzido.
Família: Orchidaceae         Género: Cattleya        Espécie: maxima
Habitat de origem: Espécie epífita, unifoliada, de pequeno a médio porte, oriunda das florestas junto à costa, desenvolvendo-se em locais de baixa a média altitude (entre os 10 e os 1500 metros), em países como o Equador a Colômbia e a Venezuela.
Cultivo: Está num pequeno vaso, em substrato para epífitas. Também pode ser cultivada montada numa placa de cortiça. Regas e fertilizações regulares na fase de desenvolvimento da planta, reduzindo drasticamente no período de descanso, apenas para não deixar de desidratar a planta. As temperaturas no Inverno não devem ser demasiado baixas, mantendo-as, se possível, sempre acima dos 12 graus.

6 comentários:

  1. Este facho amarelo deixou ainda mais charmosa.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Mesmo uma beleza formidável e incrível, deve fazer jus ao "sobrenome", pois tem uma maximização de beleza e detalhes (deliciosos) cm tão bem dizes! Pétalas, sépalas e labelo se completam, enquanto são disformes.
    Abração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jalo,
      Também estou muito contente com esta maravilha e fiquei imensamente satisfeito que tenhas apreciado o conjunto de toda a planta.
      Grande abraço

      Eliminar