terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Uns dias...

Uns dias vêm,
uns dias vão.
Cai a escuridão
e a solidão adentro em mim.
E das noites frias e desnudas
se fortalece a emoção
e se reconstrói a razão
porque, da outra margem,
um sol imenso brilha...

1 comentário:

  1. É o que nos vale. Depois de uma noite escura há sempre um amanhecer...

    ResponderEliminar