quarta-feira, 30 de março de 2016

Pholidota chinensis



 
A Pholidota chinensis é uma espécie de pequeno a médio porte, com hastes florais de belo efeito, longas, com inúmeras flores densamente e geometricamente dispostas, de tons quase brancos. É uma espécie com facilidade em florir, não sendo a floração muito duradoura.
 
Família: Orchidaceae          Género: Pholidota           Espécie: chinensis
 
Habitat natural: Planta que se desenvolve de forma epífita ou litófila e que pode ser observada, no seu estado natural, nas florestas húmidas e chuvosas, de baixa a elevada altitude, entre os 300 e os 2500 metros. Tanto pode desenvolver-se em locais sombrios, como em áreas abertas, sobre locais rochosos e húmidos ou sobre as árvores.
 
Cultivo: Está cultivada em estufa temperada/quente, em local sombreado, com elevado grau de humidade e bem ventilado.
O substrato é uma mistura para epífitas, de média granulometria, de forma a garantir um bom arejamento das raízes e uma rápida drenagem da água.
As regas devem ser as suficientes apenas para garantir que o substrato de mantenha sempre húmido, evitando situações de encharcamento. Pode haver situações de seca ligeira entre regas, nunca por períodos prolongados.
Aplico fertilizações com Akerne Rain Mix, em doses de baixa concentração (metade da dose indicada pelo fornecedor), duas a três vezes por semana, com redução acentuada ou mesmo suspensão na estação mais fria do ano.
 
Nota: Também há quem cultive esta orquídea, com bons resultados, montada numa placa de cortiça ou de madeira.

 https://www.facebook.com/americo.pereira.39904

Referências bibliográficas: Internet Orchid Species Photo Encyclopedia

6 comentários:

  1. Olá Américo
    Esta é das minhas ,gosto de plantas que não precisam de muito
    empenho em florir, e dá belas flores esta.
    Abraço.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. É uma linda planta, de pseudobulbos atraentes e florações muito bonitas, desde a maneira como as flores estão dispostas até a própria aparência das flores! Abraço!

    ResponderEliminar