terça-feira, 22 de abril de 2014

Phragmipedium schlimii




Esta é uma das espécies mais pequenas do género Phragmipedium, cujas flores não ultrapassam muito os 4 cm, sendo, para mim, uma das mais belas. Destaca-se não só pelas suas formas delicadas, como também pelas suas cores suaves e contrastadas e um perfume suave. Sendo uma caraterística comum neste género, numa mesma haste floral vão aparecendo sucessivamente flores ao longo de vários meses, o que nos permite usufruir da sua beleza por um período prolongado.
Família: Orchidaceae     Género: Phragmipedium     Espécie: schlimii
Habitat natural: É uma espécie que se desenvolve de forma terrestre ou litófila, em habitats com elevado grau de humidade e constante infiltração de água, nas montanhas da Colômbia, em altitudes entre os 1200 e os 2100 metros.
Cultivo: Está cultivada num vaso médio, em substrato à base de casca de pinheiro e alguma turfa (idêntico aos Paphiopedilum), em ambiente temperado. Contrariamente à cultura de outras orquídeas, o vaso desta necessita de estar num prato com alguma água, a suficiente para manter o substrato constantemente húmido.

8 comentários:

  1. As flores por si só são lindas e com perfume se tornam perfeitas.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Oi, Américo! Gosto bastante deste gênero, tenho um híbrido filho do schlimii, o Phragmipedium Sedenii. Por coincidência, está começando a emitir hastes, no momento. Mas o seu Phragmipedium schlimii é adorável, com certeza! Não sabia que era tão pequeno. As fotos com a flor em evidência e o fundo desfocado ficaram maravilhosas! Parabéns!

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sérgio, este é realmente um género maravilhoso que estou descobrindo aos poucos. Para além da sua beleza, o porte pequeno desta planta é também uma grande vantagem em termos de espaço.
      Mais uma vez fico muito lisonjeado com o seu comentário.
      Um grande abraço

      Eliminar
  3. Olha que bela planta Américo; e uma flor mt interessante! É um gênero que eu não conhecia! Parabéns por mais uma postagem formidável!
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jalo, este é um género muito bonito que eu também estou tentando "descobrir" aos pouco e que me está a oferecer agradáveis surpresas:
      Um abraço

      Eliminar