segunda-feira, 8 de abril de 2013

Cattleya walkeriana 'coerulea'

 
Apesar de, aqui mesmo no extremo Norte, não possuirmos o clima ideal para esta Cattleya, no meu ambiente todas as plantas estão a evoluir de forma muito satisfatória e esta é a segunda variedade desta espécie a apresentar uma bonita floração.
Tendo sido adquirida como Cattleya walkeriana 'coerulea', faz lembrar mais a C. walkeriana Tipo. Contudo, esta variedade pode apresentar tonalidades diversificadas e destaca-se pela delicada beleza das suas formas e sobretudo pelo seu perfume intenso e agradável. Vale a pena tentar o seu cultivo, não sendo tão exigente como parece.

14 comentários:

  1. Eu acho-a muito bonita e ultimamente tenho andado com vontade de adquirir uma Cattleya walkeriana mas como tive azar com as Cattleyas hib que tive, fiquei inseguro com elas....
    estas aguentam que temp??? min e max....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luís,
      As mínimas na minha estufa chegam aos 11 a 12º e elas desenvolvem-se bem. As máximas podem chegar até cerca de 35º, com um bom grau de humidade.

      Eliminar
  2. Olá Américo. Que bela Cattleyas, as flores são espetaculares. Parabéns pela cultura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Angel,
      Obrigado pela visita e pelo comentário.

      Eliminar
  3. Oi, Américo! Que interessante ver uma Cattleya walkeriana florescendo em Portugal. Parabéns pelo cultivo! Eu mesmo, ainda não consegui ver uma floração por aqui.

    De fato, ela lembra uma tipo, mas está belíssima. Imagino que o perfume esteja maravilhoso. Muito obrigado por compartilhar.

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sérgio,
      Esta é a minha Cattleya preferida e estou colecionando algumas, com carinho e entusiasmo.
      Obrigado pela visita e pelo comentário.
      Um abraço

      Eliminar
  4. Mesmo não tendo um clima bom para a espécie, está linda.
    Parabéns pelo cultivo e carinho que deve para cultiva-la
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elisabete!
      Quando lhes dedicamos atenção e carinho somos sempre compensados em dobro. Obrigado pela visita.
      Um abraço

      Eliminar
  5. Linda flor; 'labelo' cheio de detalhes, formas e cores. É uma walkeriana clássica, diria! Abraço.

    ResponderEliminar
  6. ola americo é espatacular esta cattleya... eu tenho uma que nunca deu flor há mais de 6 anos embora esteja bonita na folhagem... tem estado na varanda virada a sul.. mas ontem pensei coloca-la num ambiente abrigado...neste caso no meu escritorio onde não lhe falta luz natural s/ ter sol direto... a temperatura é amena...mas não sei se mudei para melhor....haver vamos gostava imenso de ter a minha a dar flor... quanto a humidade não será muita humidade é o nosso ambiente normal....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando acontece assim, o melhor é mesmo tentar uma mudança. Também é importante utilizar fertilizantes que, simultaneamente, estimulem o crescimento e a floração.

      Eliminar
  7. Américo
    Aqui no Brasil a C. walkeriana cresce com facilidade e abundancia. Se a cor da foto não estiver muito alterada, trata-se de uma tipo. Provavelmente de um cruzamento de coeruleas, o que não garante uma planta desta variedade.
    Em que substrato ela está plantada? Qual o tipo de vaso (barro, plástico, cachepot)? Gostaria de mais detalhes sobre o seu cultivo em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Robinson,
      Obrigado pelo comentário. Esta está plantada num pequeno vaso, com cerca de 10 cm, de plástico e substrato à base de casca de pinus, fibra de coco e argila expandida. Também há quem as cultive montadas numa placa de madeira. As temperaturas oscilam entre os 12 e os 35º. Eu utilizo um fertilizante composto (NPK 13+3+15+11CaO+3MgO).

      Eliminar